Arquivo da tag: alice no país das maravilhas

Burton no país da Disney




Comprei dois ingressos com uma antecedência considerável para assistir Alice no país das maravilhas, legendado e em 3D. E chamei a pessoa mais sensata que conheço para me acompanhar.

Minha paixão pela história do Lewis não é recente. Gosto da Alice desde criança e até roubei os livros do Carroll na biblioteca da escola onde estudava quando tinha 8 anos de idade (sim, sou delinquente desde criança). O que eu sempre esperei foi ver uma super produção de Alice. Aconteceu agora, que já estou velha e rabugenta, mas fiquei empolgada. Um grande diretor, que inclusive sempre admirei, fez a versão dele.

O filme começou. Agradeci a Deus por não ter me embriagado antes do filme e foi só a Alice cair no buraco para eu ter a impressão de estar assistindo uma versão do Harry Potter fêmea. A impressão passou. Mas as decepções só aumentariam. Assisti o filme inteiro incomodada e aflita de ter que presenciar a tentativa desesperada, e frustrada, do Tim de apresentar diálogos ousados e engraçadinhos.

Me parece que o Burton quis fazer diferente, mas ficou com medo de ousar demais. Talvez tenha sido por isso que ele procurou a Disney, para dar equilíbrio à história e deixar tudo bem mais careta. Lições de moral batidas, piadinhas desconfortantes, um desperdício de talento. Nem Johnny Depp e suas múltiplas expressões faciais conseguiram salvar o filme. As imagens são lindas, uma viagem, impecáveis. Mas infelizmente o filme é só isso.

Fiquei decepcionada. Primeiro porque o filme conseguiu acabar de vez com a complexidade da obra do Lewis, e depois porque ouvi alguns dizendo por aí que a história em si que é cliché, por isso a impossibilidade de fazer um filme mais interessante.

Ignorâncias a parte, uma pena o Burton ter se lançado em um projeto tão foda e ter perdido a oportunidade de criar uma parada maravilhosa. O filme ficou extremante comercial e sem nenhum atrativo, além do 3D.

De repente o filme foi pensado para as crianças de oito anos.

Enfim, o filme é fraco.
Tão fraco quanto o texto que acabo de escrever.

Anúncios

Boicote à Alice na Europa


Não sei se vocês ouviram falar, mas alguns países europeus querem boicotar Alice in Wonderland . Tudo porque a Disney quer reduzir o tempo de lançamento do DVD em um mês. A desculpa oferecida é que assim a empresa diminuirá a pirataria, aumentará a receita de entretenimento doméstico e minimizará os custos de marketing.
Os empresários ficaram possessos. Acham que o número de pessoas que se deslocarão até o cinema vai cair. Odeon e Vue já tiraram todos os trailers e materiais promocionais de Alice dos cinemas e pararam de vender bilhetes por antecedência. A Cineworld, que corresponde a 24% das bilheterias do Reino Unido, anunciou que vai exibir o filme mesmo assim. (o que acabou quebrando o movimento de boicote. Mas como ela é uma empresa pública, diferente de todas as outras que pretendem boicotar, preferiu não correr o risco de perder dinheiro com tudo isso)

Cinemas da Bélgica, Holanda e Itália já declararam a intenção de boicotar o filme.

Alice – Trilha Sonora (2)


Trilha Sonora completa:

1. “Alice (Underground)” performed by Avril Lavigne
2. “The Poison” performed by The All-American Rejects
3. “The Technicolor Phase” performed by Owl City
4. “Her Name Is Alice” performed by Shinedown
5. “Painting Flowers” performed by All Time Low
6. “Where’s My Angel” performed by Metro Station
7. “Strange” performed by Tokio Hotel and Kerli
8. “Follow Me Down” performed by 3OH!3 featuring Neon Hitch
9. “Very Good Advice” performed by Robert Smith
10. “In Transit” performed by Mark Hoppus with Pete Wentz
11. “Welcome to Mystery” performed by Plain White T’s
12. “Tea Party” performed by Kerli
13. “The Lobster Quadrille” performed by Franz Ferdinand
14. “Running Out of Time” performed by Motion City Soundtrack

Alice – Trilha Sonora




Quando soube que o Tim Burton estava falando por aí que queria fazer a versão dele de Alice pensei: caralho, o cara perfeito!
Desde pequena que esperava que alguém se manifestasse e fizesse um filme baseado na obra de Lewis Carrol.

Pois bem, o tempo passou e ele fez mesmo. Mas, como nem tudo é perfeito, escolheram quem para cantar a música-tema?
A queridíssima, fofíssima, da voz irritante docaralho AVRIL LAVIGNE.

Desconfio que o Tim ficou com medo de fazer uma obra tão perfeita que ele terminaria por se achar demais e ia virar uma pessoa horrorosa. Ficou com medo do destino cruel e ai deixou a bagunça correr solta. Chamou a filha pré-adolescente do cinegrafista e ela escolheu a artista que faria a música principal.
Ou então, o mais provável, confesso, a escolha foi feita apenas para atrair a massa e o filme faturar mais. (obvious!)

Pete Wentz, do Fall Out Boy, e Mark Hoppus, do Blink 182, também foram encarregados de fazer a trilha sonora e fizeram a “All Time Low”. Diz o Pete que ela não está parecida com as músicas das bandas em que fazem parte.
Tentarei baixá-la e daqui a pouco posto.

Alice e o Coelho Branco


Simplesmente adoro Alice no país das maravilhas. O livro de Lewis Carrol e o filme da Disney (apesar de ser uma versão meio "idiotizada" da história).
Mas não sei se ia gostar da mesma forma se tivesse lido a primeira versão do livro, com a gravura do inglês John Tenniel. Aposto que ficaria traumatizada (quando eu era criança):