O chocalho de Tweedledum

Não consigo conceber a ideia de que Through the looking glass and what Alice found there foi escrito/pensado para crianças lerem. Duvido!
Segue trecho do livro que , nas palavras da contra-capa da edição de Martin Claret, "oculta questionamentos de toda espécie, lógicos ou semânticos, problemas psicológicos de identidade e até políticos".

    “(…)
    _ Criaturas egoístas _ pensou Alice.
    E ia saindo, mas Tweedledum saiu debaixo do guarda-chuva e segurou-a pelo pulso.
    _ Está vendo aquilo? _ disse, muito excitado.
    Vibrava-lhe a voz, de tão apaixonado. Os olhos arregalados, o dedo trêmulo, apontava para uma coisinha esbranquiçada, que se via debaixo da árvore.
    _ Isto é um chocalho _ disse Alice, depois de examinar cuidadosamente a coisinha branca. _ Não é uma cobra de chocalho, não é cascavel, não _ apressou-se a dizer, pensando que ele estava assustado _; é apenas um chocalho velho… muito velho e todo amassado.
    _ Eu sabia que era! _ gritou Tweedledum sapateando desesperado, e arrancando os cabelos. _ E está estragado! Está!
    Olhou para Tweedledee, que imediatamente se sentou no chão, procurando esconder-se debaixo do guarda-sol.
    Alice pôs-lhe a mão no braço e disse, para acalmá-lo:
    _ Não vale a pena ficar zangado por causa de um chocalho velho…
    _ Mas não é velho _ gritou Tweedledum, mais enfurecido ainda. _ É novo, eu lhe digo… Comprei-o ontem… meu lindo chocalho novo!
    A voz subia, num grito cada vez mais alto.
    (…)”

CARROL, Lewis. Alice no país dos espelhos. Tradução: Pepita de Leão. São Paulo: Martin Claret, 2008. p. 71.

Anúncios

4 Respostas para “O chocalho de Tweedledum

  1. Confesso que não entendi o que esse trecho tenta passar. Seria tipo uma analogia com nosso apego a velhos hábitos e confortos, nossa incapacidade de nos adaptarmos a novos padrões de vida? No mais, o blog continua ótimo, valeu pelo add.

  2. Eu concordo mais com a interpretação do michael… Apegos!! Talvez por estar tratando dos meus neste início de ano…

  3. Foi mesmo não. O livro e bruto. Mas as crianças de hoje são super desenvolvidas. E como a minha mãe diz, quem agüenta a comida do McDonald’s suporta qualquer coisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s